O que é?

A Argila é um tipo de rocha sedimentar originária da lenta erosão dos granitos, ou seja, do envelhecimento natural dos cristais.
É interessante saber que a diferença entre a argila, o barro e a areia está no formato dos grãos. O barro possui em sua formação a mistura de areia e argila; a areia um grão de cristal solúvel com característica de fácil reconhecimento pelo tato; já a argila, por sua vez, possui um grão microscópio e, portanto, revelado apenas mediante apresentação ao Raio-X.

COMPOSIÇÃO:
As análises da argila podem ser ligeiramente diferentes, pelos locais tipos de argila.
Segundo análises efectuadas no Centro Nacional de Investigação Cientifica de França, a argila contém:
-31,14 a 41,38% de óxidos e bióxidos;
-0,47 a 1,89% de titânio;
-40,27 a 48,13% de alumínio;
-0,11 a 0,78% de ferro;
-0,05 a 0,13% de cálcio;
-0,05% de magnésio;
-0,25 a 0,85% de sódio e potássio.

Sua composição química e mineralógica que a argila traz tantos benefícios. Ela é constituída por quartzo, mica, feldspato, óxidos de zinco, sódio, cálcio, magnésio, alumínio, titânio, silício, ferro, potássio, estrôncio, manganês e bário. “São os mesmos minerais presentes no ser humano. Se algum deles está em falta, a argila faz a doação”. Suas cargas elétricas asseguram sua estabilidade. O silício, por exemplo, estimula a micro circulação da pele, auxiliando no processo de eliminação das toxinas, além da argila desenvolver brilho e elasticidade deixando a pele com luminosidade.

Observe a utilidade de alguns componentes da argila:

Silício – Protege os ossos, artérias, pele, unhas

Ferro – Influi na oxigenação do sangue

Magnésio – Age sobre os músculos e nervos

Sódio – Ajuda impedir a coagulação do sangue

Potássio – Ajuda na elasticidade dos músculos, e do sistema nervoso

Fosfato – Possui propriedades tônicas

Alumínio – Age sobre os vasos sanguíneos

 

514 total views, 2 views today